Milão, o mês quente de agosto e seus parques

Agosto em Milão é quente, mas tem o que fazer.

Chegou o mês de agosto, o mais quente do verão europeu e Milão não escapa do calor nem de longe, quem mora aqui sofre e precisa se habituar com o calor forte quase sem ventos. 

 

 

Milão tem nos seus quase 182 km² vários parques, jardins e hortos.

Assim, são um paraíso para quem não pode ou não quer fugir para as montanhas ou litoral, como uma grande parte da cidade faz.

 

Então no mês de agosto em Milão os parques se transformam nas “praias” urbanas de quem ficou na cidade durante férias, uma ótima solução para curtir o verão europeu e relaxar durante a semana.

 

Na minha opinião os três maiores e mais relevantes são os Giardini Pubblici Indro Montanelli, Parco Nord Milano e Parco Sempione.

O Parco Sempione é o que eu mais gosto, é muito bem localizado, fica atrás do Castelo Sforzzesco e tem metrô super pertinho.

É bem no centro da cidade e é uma ótima alternativa para os nossos ensaios fotográficos, sempre rende lindas fotos e ajuda muito ter o castelo ali do lado.

 

 

Nos fins de semana do verão o Parco Sempione fica forrado de gente fazendo picnic, tomando sol e curtindo o verão, é praticamente a praia milanesa.

Se você estiver em agosto em Milão ou estiver vindo para cá, coloque na sua programação uma tarde no parque, vai valer a pena, ainda mais por que até as 20 horas ainda tem sol.

Mas quanto mais tarde você for maior é a demão de repelente que você precisa passar! Sim, tem muito pernilongo ou zanzara como se chama em italiano.

 

 

Além do Castelo no Sempione você vai encontrar alguns pontos turísticos bem legais:

Arco della Pace (1838) – Arco construído a pedido de Napoleão

 

Torre Branca (1933) – Construída a pedido de Mussolini pelo arquiteto Gio Ponti

 

Arena Civica (1807) – É uma instalação esportiva

 

fonte:http://www.triennale.org/

Triennale (1923) –  Espaço expositivo de arte moderna

 

Acquario di Milano (1903) – O aquário público

 

O Giardini Pubblici Indro Montanelli também fica dentro da cidade com a saída do metrô bem na porta, muito fácil de chegar.

Foi inaugurado em 1784 sendo um dos primeiros espaços públicos coletivos da cidade, já abrigou um zoológico e hoje em dia abriga o Museu de História Natural e o Planetário.

 

Fonte: Museu de História Natural de Milão

 

É bem arborizado e como todos os outros parques fica lotado nos fins de semana no verão.

 

Já o Parco Nord Milano é bem grande, com seus 640 hectares, fica mais distante do centro, é um ótimo refúgio para quem busca um pouco de sossego da cidade grande.

 

Curtiu o post? Deixe seu comentário aqui embaixo.

Se você quiser saber mais sobre outras viagens alem de agosto em Milão e outras cidades acompanhe a gente aqui no site e se inscreva para nossa newsletter.

Share This:


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *